• luciene barreto

    Vocês nem imaginam o carinho que eu tenho por cada um!!! Pense num lugar que eu ficava feliz em ver ele saindo pra gravar com vocês. O carinho e a amizade de vocês eu já peguei pra mim, essa é a verdade!!! Só vejo profissionais engajados e cheio de talento e com muito caminho para o sucesso garantido. Não nos abandonem!!! Bjs no coração de cada um e das respectivas, q maravilhosas tb!!!

  • Péricles S. G. Marques

    De todos os assuntos tratados no Agamenon até hoje, escolhas profissionais, este foi o melhor de todos.

  • Antes de falar sobre algo comentado por Fred no programa, vou deixar aqui meu desejo de sucesso pra Cabral na TV. Fará falta demais no podcast.

    Sobre o comentário em si, quando Fred fala sobre pessoas influentes na internet e que sim, é possível se tornar um influenciador e gerar renda a partir disso, queria acrescentar um texto sobre o tema. Não só deveria ser uma meta de alguns profissionais, como já é uma realidade, agora em 2017, e já existem diversos estudos que apontam a eficácia de se trabalhar com Micro-influenciadores. Talvez uma empresa gaste muito menos para atingir um número X de pessoas se contratar 20 micro-influenciadores do que investindo em apenas um mega influenciador. E com um diferencial muito grande: quanto maior é o influenciador, mais contestada é sua mensagem. O micro ainda tem um caráter muito pessoal, muito “amigo”.

    Segue um texto da empresa que trabalho sobre o tema: http://elife.com.br/index.php/2017/02/03/micro-influenciadores-irao-dominar-comunicacao/

  • Diego Spíndola

    Em algum programa, vocês falaram como o formato de podcast está sendo e será mais usado para a inserção de propagandas para nichos específicos.

    Segue um link que mostra o uso da segmentação a níveis extremos, usando Big Data, Facebook e Psicometria, que ajudou Trump a ser eleito nos EUA: http://www.showmetech.com.br/big-data-trump/