Arena Pernambuco, o palco da 70ª decisão do Estadual. Na final de 2018, recorde de público

Em 104 anos de história, o Campeonato Pernambucano de futebol acabou decidido com uma final direta em 70 oportunidades. Foram vários formatos, com final em jogo único, ida e volta, ‘melhor de três’, extra e até supercampeonato, um raro cenário envolvendo três times. Em todos os casos, havia uma troféu na beira do campo e o caráter público de decisão. Em 2018, uma final inédita, com Náutico e Central – com recorde de peso antes de a bola rolar.

Como ocorre desde 2010, com disputas em ida e volta, o mando do segundo jogo ficou com o detentor da melhor campanha. Curiosamente, os dois times chegaram à final empatados em pontos no geral (7V, 4E e 1D). No entanto, valeu o desempate no turno classificatório, também empatado, mas com o timbu à frente no número de gols marcados. Por isso, após o empate sem gols no jogo de ida em Caruaru, mantendo o pleno equilíbrio dos finalistas, a grande decisão acabou programada para a Arena Pernambuco, em 8 de abril.

Até hoje, oito palcos diferentes receberam a final do campeonato estadual. Na arena multiuso em São Lourenço, inaugurada em 2013, esta é a segunda decisão. De forma antecipada, mais de 42 mil ingressos foram obtidos pelas duas torcidas (sendo 38.880 alvirrubros e 3.800 alvinegros), superando de longe a decisão anterior, com 30.061 espectadores, num Clássico dos Clássicos em 2014. Mais. Esta partida já assegurou o maior público num jogo de clubes e o segundo maior da história do estádio, somando também os jogos entre seleções.

É a história sendo escrita…

No caso, a última linha do 104º capítulo do Campeonato Pernambucano.

O estádios que receberam mais finais em Pernambuco (nº de títulos)
28 – Ilha do Retiro (Sport 15, Santa Cruz 10, Náutico 2 e América 1)
16 – Arruda (Santa Cruz 8, Náutico 6 e Sport 2)
15 – Aflitos (Náutico 7, Sport 5 e Santa Cruz 3)
3 – Avenida Malaquias (América 1, Santa Cruz 1 e Sport 1)
3 – Jaqueira (Santa Cruz 2 e Sport 1)
2 – British Club (Flamengo 1 e Sport 1)
2 – Arena Pernambuco (Sport 1 e a definir 1)
1 – Cornélio de Barros (Sport 1)

Títulos em finais: Sport 27, Santa 24, Náutico 15, América 2 e Flamengo 1

Os 10 maiores públicos na Arena (jogos de clubes)
42.680 – Náutico x Central (08/04/2018, Estadual – a disputar)
42.025 – Sport 0 x 2 Palmeiras (23/07/2017, Série A)
41.994 – Sport 2 x 0 São Paulo (19/07/2015, Série A)
37.615 – Sport 2 x 2 Flamengo (09/11/2014, Série A)
35.163 – Sport 2 x 2 Palmeiras (12/07/2015, Série A)
34.939 – Sport 0 x 1 Flamengo (30/08/2015, Série A)
34.746 – Santa Cruz 0 x 1 América-RN (01/11/2014, Série B)
34.496 – Sport 1 x 0 São Paulo (07/12/2014, Série A)
30.165 – Sport 2 x 2 Fluminense (23/11/2014, Série A)
30.061 – Náutico 0 x 1 Sport (23/04/2014, Estadual)

Os 10 maiores públicos na Arena (todos os jogos)
45.010 – Brasil 2 x 2 Uruguai (25/03/2016, Eliminatórias)
42.680 – Náutico x Central (08/04/2018, Estadual – a disputar)
42.025 – Sport 0 x 2 Palmeiras (23/07/2017, Série A)
41.994 – Sport 2 x 0 São Paulo (19/07/2015, Série A)
41.876 – Alemanha 1 x 0 Estados Unidos (26/06/2014, Copa do Mundo)
41.705 – Espanha 2 x 1 Uruguai (16/06/2013, Copa das Confederações)
41.242 – Costa Rica (5) 1 x 1 (3) Grécia (29/06/2014, Copa do Mundo)
41.212 – México 3 x 1 Croácia (23/06/2014, Copa do Mundo)
40.489 – Itália 4 x 3 Japão (16/06/2013, Copa das Confederações)
40.285 – Costa Rica 1 x 0 Itália (20/06/2014, Copa do Mundo)

Qual é o seu pitaco sobre o campeão? E sobre o público total na Arena?